Cruz no pôr do sol

Sempre que falamos em Missões, estamos falando literalmente em trabalho. E, este trabalho, recai sobre a ação humana no mundo. Porém, focar na Ação sem Oração é abrir Mão da Unção

Evidentemente devemos trabalhar pois o Evangelho sempre foi simples, mas nunca foi para preguiçosos, porém todo trabalho é em vão se o Senhor não edificar a casa, Salmo 127: 1-2, está escrito:  

Se não for o Senhor o construtor da casa, será inútil trabalhar na construção. Se não é o Senhor que vigia a cidade, será inútil a sentinela montar guarda. 
Será inútil levantar cedo e dormir tarde, trabalhando arduamente por alimento. O Senhor concede o sono àqueles a quem ama.”  

Salmo 127: 1-2. 

É através da Oração que Deus produz em nós amor pelos que se perdem. É através da oração que ELE produz em nós desejo de transformação. É em Oração que desenvolvemos um relacionamento com Deus e este relacionamento nos alinha à Sua vontade. É através das orações que Deus nos esclarece Seus planos e objetivos para nós e para nossa comunidade. E é, claro, através da Oração que o poder de Deus se manifesta para a realização da obra concreta. 

Não há missão sem oração! Toda missão, todo plantio de igreja, começa com oração. Isto é o que nos mostra a Palavra de Deus. 

Mateus 6: 10, é o trecho do Pai Nosso que mais representa as Missões. É uma petição por justiça “Venha o Teu Reino” e em um sentimento de submissão Àquele que é Todo-poderoso dizemos “Seja Feita a Tua Vontade”.  

Clamar por justiça e ao mesmo tempo desejar submeter-se à vontade de Deus gera a vontade de evangelização porque passamos a desejar a salvação para os outros, para aqueles que sabemos que estão perdidos em seus pecados e transgressões. 

Quando oramos o Pai Nosso com sinceridade percebemos que o desejo de Cristo ao nos ensinar essa oração, é gerar em nós o anseio por ver Deus sendo glorificado em toda a Terra. E isto remete ao desejo de ver cada vez mais pessoas se entregando a Cristo, louvando a Deus e glorificando Seu Santo Nome. 

E, é através desse desejo gerado em nós que Jesus pede que oremos para que Deus traga mais trabalhadores, Mateus 9: 38 está escrito:  

“Peçam, pois, ao Senhor da seara que envie trabalhadores para a sua seara”,  

Mateus 9:38. 

Assim, fica claro antes de qualquer coisa, os trabalhadores, são enviados por Deus. Isto é, a ação não começa no trabalhador começo no Senhor da seara. Dessa forma, o primeiro trabalho do trabalhador é orar ao Senhor da seara, tanto para que possamos ser fortalecidos no trabalho quanto para que o Senhor envie ainda mais trabalhadores à Sua escolha. E podemos ter certeza que se orarmos Ele responderá nossas orações porque estamos de acordo com a Sua vontade. 

Então, a Verdadeira Preparação do Cristão é a Oração! Em obediência à Jesus os discípulos permaneceram em Jerusalém até que do alto fossem revestidos de poder. Os discípulos ficaram no cenáculo em oração até quando se cumpriu a descida do Espírito Santo. Então, Pedro pregou para mais de 3 mil pessoas. (Lucas 24:49; At 1: 13-14). 

Nas cartas do Apóstolo Paulo o tema mais mencionado é Oração. Para o Apóstolo oração é prioridade da atividade missionária. Pois deixa claro que nossa luta não contra carne ou sangue, mas contra hostes espirituais da maldade, Efésios 6:12

Isto é o que o Apóstolo Paulo desenvolve em sua carta aos Efésios, capitulo 6 versículos 10 ao 20, o Apóstolo descreve a “Armadura de Deus” que precisamos se quisermos permanecer firmes contra as investidas do Diabo. O ápice das orientações de Paulo é a oração vers. 18:  

Orem no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica; tendo isso em mente, estejam atentos e perseverem na oração por todos os santos.” Efésios 6: 18. 

Em seguida, pede para que orem inclusive por ele para que se torne ainda mais ousado no falar e fazer conhecido o Evangelho, Efésios 6:19-20

É interessante, Colossenses 4: 3-4, mesmo estando preso, o Apóstolo não pede orações para que Deus o livre da prisão, o Apóstolo pede orações para Deus abra oportunidades para ele falar ainda mais do Evangelho. 

Em 2 Tessalonicenses 3:1-2, pede orações para que o evangelho seja pregado ainda mais para que Deus seja ainda mais glorificado. E em seguida, para que ele seja livre dos perversos. 

A vitória do Cristão acontece através da Oração. A vitória do cristão não é outra coisa senão a propagação do Evangelho, porque é através do Evangelho que Deus é glorificado. 

Enfim, como já vimos, é através da oração que os discípulos de Jesus são revestidos do Poder de Deus para falar ousadamente a respeito do Reino e de Cristo. Pois, é através da oração que Deus é glorificado quando o Reino cresce.  

Assim, a oração é essencial para a missão da Igreja, porque a missão é de Deus, mas, infelizmente, temos a tendência de achar que tudo depende exclusivamente de nós, é o humanismo típico dos nossos tempos. Acreditamos que basta nos esforçar que a missão se fará. Como se bastasse somente aplicar esforços e os recursos que temos. É necessário abandonar essa idolatria, a idolatria de acreditar que temos forças e poderes por nós mesmos. Submeter-se a Deus, isto é, “seja feito a Tua vontade” é reconhecer antes de tudo que a missão é Dele. É crer que Ele começou a obra e Ele mesmo terminará! 

3 pontos que precisamos levar em consideração quando falamos em Oração no sentido missional 

  1. As orações devem ser direcionadas à salvação das pessoas. É a salvação que recebemos em Cristo que devemos anunciar, dessa forma, é neste sentido que devemos orar. A salvação por meio da obra de Cristo confirmada pelo Espírito Santo. 
  1. O segundo ponto é a oração da “estratégia”, como devemos nos aproximar das pessoas para conquistá-las para Cristo de forma saudável, sem promessas sem fundamentos bíblicos, oferecendo a elas o que Cristo nos deu, a salvação. Como já dito, estamos em guerra, e nesta guerra corremos o perigo de cairmos no “espírito do nosso tempo”, isto é, tentar adaptar o Evangelho aos moldes que a cultura moderna deseja, só para torná-lo “acessível”. E, no fim das contas, acabamos por dizer às pessoas o que elas querem ouvir não o que elas precisam ouvir. Alguns acrescentam coisas ao Evangelho somente para trazer pessoas para igreja, outras retiraram coisas do Evangelho somente para não ofender, no fim, uns tiram alguma coisa o outro coloca outra, acabamos sem nada do que verdadeiramente é o Evangelho, este é um perigo real. Em oração devemos cuidar para nós mesmos não cairmos em relativismos próprios dos nossos tempos. Devemos lembra que o intuito da missão não é simplesmente levar pessoas a igreja, é ajudá-las alcançar a salvação para se tornar Igreja, e para isso não podemos nos contaminar com “espírito desse século”. É necessário orar pelo Poder de Deus que nos santifica e realinha nossos pensamentos com os Dele. 
  1. E o terceiro ponto é a oração de agradecimento por tudo que Deus já fez em nós e através de nós para a comunidade da fé. Orar para mantermos o que já temos saudável com a mentalidade de que Deus pode transformar inúmeras vidas através de nós. Ser grato a Deus é sinal de confiar em Deus! 

Para concluir, os maiores testemunhos de plantação de igreja são testemunhos de pessoas que focaram na oração de forma intencional, voluntária e abundante. A Oração é a base da plantação! 

Referências: 

Robson R. S. Missão Urbana, fundamentos, desafios e implicações. Columbia, SC: Amazon, 2016. Digital.  

BÍBLIA, Estudo Palavra-Chave Hebraico e Grego. 4 ed. Rio de Janeiro. CPAD, 2015. Impresso.   

Marchall, I. Howard. Comentário Bíblico Vida Nova. D. A. Carson et.al. São Paulo: Vida Nova, 2017. Impresso.   

Keener, S. Carig. Comentário Histórico-cultural da Bíblia – Novo Testamento. São Paulo: Vida Nova, 2018. Impresso.   

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *